CENTRO DE RECONHECIMENTOS

Aprenda a adorar ácidos gordos com o Ómega 3

Vitaminas e suplementos

Compreenda como os ácidos gordos ómega 3 podem ajudá-lo a viver bem.

Uma dieta que reduza drasticamente a ingestão de gorduras é uma via para uma saúde melhor. Até que ponto isto é verdade? A maioria das pessoas concorda que reduzir o mais possível o consumo de gorduras é importante. Mas nem todas as gorduras são más. Algumas podem inclusive prevenir doenças, melhorar o seu bem-estar e ajudar a absorver melhor as vitaminas. Já ouviu falar nos ácidos gordos ómega 3? São as ditas “gorduras boas”, essenciais para a manutenção de um bom funcionamento do nosso organismo.
Os ácidos gordos ómega 3 polinsaturados apresentam-se em três tipos principais: ácido alfa-linolénico (ALA), ácido docosahexaenóico (DHA) e ácido eicosapentaenóico (EPA).

O que fazem os ácidos gordos ómega 3?

Desempenham um papel importante no apoio de uma grande variedade de funções orgânicas. Apoiar o desenvolvimento das membranas celulares, que reforçam derradeiramente o nosso sistema imunitário, é uma delas. O ALA contribui para a manutenção de níveis normais de colesterol no sangue. O EPA e o DHA desempenham um papel no funcionamento normal do coração.

O DHA aparenta ser um “polivalente” especial. Contribui para a preservação de uma visão normal e também para um funcionamento normal do cérebro.


Uma boa nutrição faz toda a diferença

Portanto, será que está a ingerir uma quantidade suficiente de “gorduras boas”? Está a enriquecer o seu organismo com ácidos gordos ómega 3? Analise a sua dieta. Reforçar o seu consumo de ómega 3 é mais fácil do que pensa.
São os óleos de peixe que fornecem os ácidos gordos ómega 3 conhecidos como EPA e DHA. Ainda que estes possam ser produzidos no nosso organismo, recomendam-se duas porções de óleo de peixe todas as semanas. Tente adicionar enguia, arenque, salmão, arinca ou atum à sua dieta. Os denominados “alimentos enriquecidos” também são uma opção se não gostar de peixe ou não tiver facilidade em comprá-lo. Possuem DHA acrescentado aos mesmos, como alguns sumos de laranja, leite ou ovos. Com o ALA, que não pode ser produzido no organismo, é particularmente importante escolher alimentos que contenham porções suficientes do mesmo. O ALA pode ser encontrado em oleaginosas, feijão e sementes, mas também em óleos vegetais feitos à base de linhaça, sementes de abóbora, nozes, colza, sementes de soja ou azeitonas.
Como pode ver, é bastante simples obter uma quantidade suficiente de ácidos gordos ómega 3 ao ajustar a sua dieta. Contudo, para as pessoas que saltam refeições devido a uma agenda muito atarefada, comer de forma conscienciosa nem sempre é fácil. Pode haver outras alturas, como quando está exausto ou a recuperar de um problema de saúde, em que o organismo tem uma maior necessidade de nutrientes acrescidos. É nestas alturas que os suplementos podem constituir uma alternativa. O NUTRILITE Complexo Ómega 3 pode ajudá-lo a obter a quantidade diária correcta de ácidos gordos essenciais de que o seu organismo precisa para apoiar e melhorar o seu bem-estar.

Estamos a usar cookies de modo a oferecer-lhe a melhor experiência no nosso sítio Web. Os cookies são ficheiros armazenados no seu navegador e são utilizados por muitos sítios Web para ajudar a personalizar a sua experiência Web.

Ao continuar a usar o nosso sítio Web sem alterar as configurações, está a concordar com a nossa utilização de cookies.

Compreendi